Sindicatos se reúnem para discutir mudanças visando o aprimoramento da Fenajufe

O Sindjus-DF, juntamente com o Sintajufe-CE, o Sinjufego, o Sinje-CE, o Sindijufe-TO, o Sinjeam-AM e a União Sindical da Amazônia, todos filiados à Fenajufe, se reuniram em Brasília, no dia 15 de dezembro, para debater propostas de melhorias na atuação da Federação.

Visando o fortalecimento da Fenajufe, o grupo propõe a alteração do sistema de eleição proporcional para o sistema majoritário. Segundo avaliação dos dirigentes, o atual modelo proporcional não corresponde às expectativas dos servidores do Poder Judiciário da União e do MPU em razão de acomodar correntes divergentes, muitas delas, inclusive, aparelhos de partidos políticos e centrais sindicais.Foram ainda discutidos os seguintes pontos consensuais:

a) Fixação de critérios de elegibilidade dos diretores da Fenajufe, prestigiando assim a experiência daqueles servidores que ocupam ou já ocuparam cargos de direção sindical;

b) Redução do percentual de contribuição dos sindicatos à Fenajufe, diminuindo assim a inadimplência e aumentando o número de entidades filiadas;

c) Com adoção da gestão por chapa majoritária, será fixado taxativamente os cargos que serão objeto de liberação sindical até o limite de quatro diretores;

d) Estabelecer Regimentos Internos Permanentes para as Ampliadas, Plenárias e Congrejufe, ganhando assim na otimização do tempo na discussão durante esses encontros;

e) Uma vez que se trata de atuação estratégica para a categoria, reforçar, no cenário de configuração por chapa majoritária, a atuação dos diretores parlamentares no Congresso Nacional e nos Tribunais e Conselhos Superiores;

f) E ainda na proposta de composição de chapa eleita sob sistema majoritário, há a previsão de criar cargos de diretores representantes das cinco regiões do país, o que implicará também na agilidade da atuação nas demandas próprias das regiões.

Os dirigentes já definiram um próximo encontro, no qual todos os sindicatos da Federação serão convidados a participar, para discutir novas propostas, dando andamento às discussões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 13 =